001

A educação financeira é um tema que está crescendo cada vez mais no Brasil.

Isso se dá muito devido ao fato de que cada vez mais pessoas estão se interessando pelo assunto, com a intenção de trabalhar na área.

Entretanto, mesmo que você não tenha interesse em trabalhar no mercado financeiro, existem alguns conceitos básicos que você precisa conhecer.

E entre esses conceitos básicos estão os indicadores de inflação.

Certamente não é preciso trabalhar na área para saber que a inflação está presente diariamente na sua vida.

Desde quando você vai ao mercado fazer compras, abastece seu carro, ou até mesmo nos ajustes de contratos como o de aluguel.

Desse modo, o objetivo deste artigo é explicar os conceitos de inflação, além de apresentar os 7 principais indicadores de inflação existentes no mercado.

O Que São Indicadores de Inflação?

A inflação se trata do aumento progressivo dos preços da economia.

O dinheiro que circula na economia está sempre perdendo valor. De forma que, com o passar do tempo, é necessário quantias maiores de dinheiro para comprar um determinado produto ou serviço.

Se por exemplo você vai ao mercado hoje, e com 10 reais consegue comprar o shampoo que você normalmente utiliza, daqui a 1 ano ou mais esses 10 reais não serão suficientes para comprar esse mesmo shampoo.

É dessa forma que se dá o aumento dos preços, ou então, a perda de valor do dinheiro. Como preferir.

E esse aumento dos preços da economia pode ser mais rápido ou mais demorado. Isso depende muito das tendências macroeconômicas do mercado e das mudanças na política monetária de cada país.

Portanto, os indicadores de inflação estão constantemente medindo a variação média dos preços do mercado, para estimar o índice de inflação do país.

Cada indicador de inflação usa critérios próprios para fazer essas medições, além de serem utilizados para objetivos diferentes.

Confira agora os 7 principais indicadores de inflação do país:

IPCA

IPCA é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo. Ele é considerado o termômetro oficial de inflação do país.

O mesmo é calculado mensalmente pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Pesquisa), entre os dias 1º e 30º (ou 31º) de cada mês, refletindo o custo de vida das famílias com renda entre 1 e 40 salários mínimos das principais regiões metropolitanas do Brasil.

Desse modo, o IPCA é utilizado como parâmetro para determinar políticas e estabelecer metas de inflação.

Além disso, o mesmo também é utilizado nos investimentos, para determinar a rentabilidade de alguns títulos de renda fixa.

002

Os títulos de renda fixa de categoria híbrida normalmente possuem sua rentabilidade atrelada ao IPCA mais uma taxa fixa.

Dessa forma esse tipo de título garante que o investidor nunca perderá poder de compra, pois a rentabilidade estará sempre acima da inflação.

IGP-M

Outro indicador de inflação muito conhecido é o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado).

O mesmo é calculado todos os meses pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) entre os dias 21 de um mês e 20 do outro.

  • O IGP-M é composto com base em outros três índices, que veremos a seguir, o IPA, IPC e INCC. Com pesos de respectivamente 60%, 30% e 10%.
  • O IGP-M é muito utilizado como um indexador de contratos, portanto ele influencia diretamente em gastos como: mensalidades escolares, aluguéis de imóveis, tarifas de energia e entre outros.

IPA

O Índice de Preços ao Produtor Amplo tem como objetivo registrar variações dos preços de produtos das áreas agropecuária e industrial.

Entretanto, ele mede apenas a variação média do preço desses produtos em transações entre empresas.

Ou seja, antes de o produto estar pronto para o consumidor final. Ele também é calculado pela FGV.

IPC-Fipe

IPC é o Índice de Preços ao Consumidor da Fipe.

Como o próprio nome já diz, o mesmo é calculado pela Fipe, e abrange custos de alimentação, transporte, saúde, vestuário e despesas pessoais de famílias com renda entre 1 e 20 salários mínimos.

INCC

O Índice Nacional de Custo da Construção é calculado pela FGV.

Como você deve imaginar por causa do seu nome, o mesmo é específico para o setor de construção.

Esse indicador de inflação reflete a variação dos preços dos materiais de construção e da mão de obra do setor de construção.

INPC

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor é um pouco parecido com o IPCA. Até porque o mesmo também é calculado pelo IBGE.

Entretanto, ele mede a variação dos preços das áreas de alimentação e bebidas, comunicação, despesas pessoais, artigos de residência, educação, saúde, habitação e cuidados pessoais.

Além disso, a faixa de renda familiar utilizada com base para o cálculo é entre 1 e 20 salários mínimos.

IGP-DI

O Índice Geral de Preços de Mercado é muito similar ao IGP-M.

Além de também ser calculado pela FGV, a composição dos dois índices é a mesma.

Entretanto, o IGP-DI é calculado 3 vezes no mês, sendo duas delas prévias, e uma final.

Gostou do artigo? Então aproveita para compartilhar ele nas suas redes sociais. Assim os seus amigos também passam a conhecer esses indicadores de inflação.

 

003