Como declarar tesouro direto no imposto de renda? 

Tesouro Direto, como declarar no meu Imposto de Renda

Tesouro Direto é um ótimo investimento e quem ainda não fez é bom pensar um pouco para poder começar a investir, mais o artigo de hoje é voltado para as pessoas que já investem no Tesouro Direto, vamos mostrar como declarar Tesouro Direto no imposto de renda, mas se você está interessado em saber um pouco mais sobre esse investimento clique em Tesouro Direto. Voltando ao assunto de declaração do Imposto de Renda, continue com a gente e veja como você pode fazer a declaração do seu investimento de uma forma simples e fácil, basta seguir os passos seguintes, vamos lá!

Declaração do IR

Declarando saldo Tesouro Direto

Todas as informações necessárias para fazer a declaração do saldo do Tesouro Direto você irá encontra-la no Informe de Rendimento, agora basta seguir os seguintes passos abaixo e realizar a sua declaração. Primeiro passo, acesse a opção "Bens e Direitos", essa opção vai estar no menu principal. Em seguida clique em "Novo", caso já tenha declarado em anos anteriores, basta clicar no título e ir em editar. Campo Código, selecione "Aplicação de Renda Fixa" Campo CNPJ, coloque o CNPJ da corretora, lembrando que todas essas informações você encontra no Informe de Rendimento. Campo Discriminação, escreva "Aplicações em Títulos do Tesouro Direto" Campo Situação, informe o valor exato que está no Informe de Rendimento, com a situação até do último dia do ano passado. Caso tenha mais títulos, peço que repita todos os passos anteriores, ao final é só clicar em "OK"

Declarando ganhos Tesouro Direto

Lembrando novamente que todas as informações necessárias para esse tipo de declaração estram contidas no Informe de Rendimento que a corretora te enviou, agora é só seguir os próximos passos e realizar a sua declaração de ganhos do Tesouro Direto. Primeiro passo, acesse "Rendimento Sujeito a Tributação Exclusiva/Definitiva" Campo Tipo de Rendimento, selecione o item "Rendimentos de Aplicações Financeiras"  Logo em seguida clique em "Novo". Campo Tipo de Beneficiário, selecione a opção "Titular" Campo Beneficiário, coloque o seu CPF e nome caso ele não aparecer. Campo CNPJ da Fonte Pagadora, aqui você deve colocar o CNPJ da corretora. Campo Nome da fonte Pagadora, aqui você deve colocar o nome da corretora a onde você tem seus títulos. Campo Valor, aqui você deve incluir o valor informado pela corretora no campo "Rendimentos Líquidos", você deve somar todos os rendimentos do Tesouro Direto para colocar neste campo Pronto, agora é só finalizar a sua declaração, foi bem simples não é mesmo? Veja também declaração de imposto de renda para iniciantes Gostou do nosso artigo? Então ative o sininho e receba notificações sempre que postarmos textos novos no site. 

Veja Também

Quem é Warren Buffett, por que é uma lenda?

Negociar Débitos – As melhores opções online

Índice de Sharpe (Como funciona)

Planilha de gastos mensais

Quanto custa contratar um seguro do meu carro?

Tem como não pagar as taxas do banco?